sexta-feira, novembro 03, 2006

Emborrachamento


Depois da lata totalmente limpa de toda a tinta antiga, emborrachamentos, etc., foi aplicado o wash primer, colocado um fundo PU alto sólidos PPG e sobre ele, o emborrachamento 3M. Este emborrachamento está sendo aplicado com pistola específica, sem diluente de qualquer natureza. Se fosse necessário, seria diluído em thiner. Reparem a boa cobertura e o cuidado para alcançar todos os cantos. Na foto abaixo, dá para ver alguns pontos onde foi colocado uma proteção extra com KPO cinza. Estes pontos são algumas aberturas originais, provavelmente onde o carpete era fixado.

Sobre o assoalho, estou pensando em colocar aquelas mantas de borracha sintética autoadesivas, que são moldadas com calor (soprador). Mas as que não têm aquela horrorosa camada de alumínio, claro...

Bem, somente neste assoalho interno, foram três latas do tal emborrachamento!!! Mas que ficou bom, ficou! :-)

4 comentários:

Além da Vida!! disse...

Olá, gostaria de saber se existe algum produto que tira vazamento do assoalho, pois tenho um fusca e está entrando água pelo assoalho.
O assoalho está novo!!!

Buggyman disse...

Existem vários produtos que podem ser utilizados em casos como este. Mas vai depender do estado do assoalho do fusca. Se estiver em bom estado e apenas com algumas pequenas frestas, podes usar um tipo de cola que também usei neste carro em algumas juntas. Chama-se KPO e falei nele ai em cima. Repare na foto, aquelas manchas mais escuras. É o KPO. Por cima dele depois passei um emborrachamento da 3M, cujo solvente é a água.

As mantas de borraca podem ser um problema pois acabam deixando a umidade presa e vais ter um problema ainda maior.

carlos coutinho disse...

Apenas para comentar...eh importante o fundo anti oxido e o zarcao pesado sobre a chapa.Estou reformando o assoalho da minha maravilhosa Variant II, e estou fazendo um sistema utilizado nos GURGEL,o plasteel, mas com chapa galvanizadado e manta de fibra de vidro e depois disto tudo o emborrachamento relatado nesta materia. coutinhocarlos@ig.com.br

Buggyman disse...

Concordo contigo, Coutinho. Fiz exatamente isso na primeira reforma de meu buggy e ficou perfeito por mais de 15 anos. Depois, fiz um jateamento e pintei com epóxi pó, que está até hoje sem marcas de ferrugem.
Mas este Belair estava intacto, apesar do tempo de existência e eu achei melhor não colocar o zarcão. E ele não vai enfrentar a rua ou tempo ruim, mesmo... hehe
Mas tua Variant II, com chapa galvanizada e fibra de vidro vai ficar eterna! Tenho um Gurgel 77 e o chassi ainda é original.
obrigado pelo comentário.